quinta-feira, 20 de agosto de 2015

MUNDO PERVERTIDO - Inflexões Reflexivas.
(20AGO2015)
Matam leões, covardemente, impunemente.
Destroem florestas, impunemente, indiscriminadamente.
Matam cristãos, em nome de uma ideologia insana e desenfreada.
Assim caminha a humanidade. A insanidade da alma humana, que está se espalhando, se propagando pelo mundo afora.
Matam por prazer. Pelo simples prazer respaldado por argumentos escusos, inescrupulosos.
Qual a diferença entre os animais? Os que se dizem e se julgam racionais, matam por prazer. Os que são julgados irracionais, matam para sobreviver. Para se alimentar.
 

Como já dizia um samba antigo: "O Homem Não É Um Animal Mas, É Irracional..."
No passado, as justificativas eram diversificadas e variadas para corroborar as guerras, agressões, etc. Hoje não se usam mais quaisquer tipos de argumentos para validar ações de qualquer tipo como, guerras, matanças indiscriminadas...
O mundo perverteu-se de tal maneira que os valores morais nada mais significam. Pretendem e querem quebrar, ultrajar valores centenários ou mesmo milenares definidos, defendidos e firmados pelos códigos doutrinários, ou dogmas religiosos.
Não há contentamento em se conquistar avanços legais em propósitos definidos, como legalizações de reivindicações diversas das constituídas através dos tempos. A prepotência é tão desvairada que se quer impor por pressão, o aceite de exigências que se sobrepõem aos valores e códigos éticos, morais e religiosos.
A consequência de atos e ações impensadas e arbitrárias, gera conflitos e consequentemente, reações reflexivas, irreflexivas, quando então, com a fragilidade da lei, a justiça é praticada aleatoriamente por agentes não legalizados, que se revestem e se travestem de defensores, justiceiros, algozes implacáveis.
Indigna ver tanta impunidade, tanta patifaria, tanta arbitrariedade e, a maioria da população, refém.
É muito desperdício de inutilidades, coisas fúteis tomadas como prioridade em todos os lugares.
Fala-se muito em democracia, em capitalismo, hostiliza-se e abomina-se ao comunismo, entretanto, a espoliação é generalizada, independente do regime ou da ideologia adotada. O maior mal é a servidão e a escravidão, mesmo ou, ainda que só mental ou intelectual.
No Brasil, Terrorista é Herói na concepção de um desembargador que participou do julgamento de elementos, supostos corruptos, acusados de participar do Mensalão, e veementemente defendidos numa réplica de apologia vergonhosa pelo magistrado.
Terroristas que se dizem(auto denominam) guerrilheiros, que lutaram contra o regime militar no período de 1964 em diante, afim de implantar um regime comunista no país.
Heróis são os atletas paralímpicos que superam tudo. Bandido herói, nunca existiu. Robin Hood foi só um bandido da ficção.(txt. p/ Jzrobman).