sábado, 14 de novembro de 2015

 
 
As forças de segurança encontraram um passaporte sírio junto ao corpo de um dos terroristas que realizaram os atentados que causaram a morte de…
diariodigital.sapo.pt
 
(#Jzrobman:
 PRIMEIRO FOI O 11 DE SETEMBRO, DEPOIS O 13 DE NOVEMBRO, O PRÓXIMO PODERÁ SER O 12 DE OUTUBRO, NO BRASIL
Esse atentado em Paris, França, não tem nada a ver com os refugiados sírios? Oras, até que podem não estar de todo errados mas, não são os refugiados e sim, os INFILTRADOS que se juntaram aos imigrantes e entraram na Europa. Não carregavam armas. Os fuzis AK-47 que foram utilizados no atentado, já estavam lá ou foram introduzidos de alguma forma para municiar esses terroristas e consequentemente, concretizar o ataque.
É muita ingenuidade desses que acham que os refugiados nada tem a ver com terrorismo. É sabido que todos ou quase todos, inclusive crianças e mulheres, são cooptados, aliciados e treinados a cooperar com a causa deles, a causa da Jihad Islâmica. E, os revezes que estão tendo com os ataques russos e americanos, além de outros envolvidos nessa luta contra o ISIS, com a advento da imigração maciça, tornou-se possível a retaliação dentro dos territórios que se prontificaram a acolher esses cidadãos fugidos da guerra em seu país.
As células terroristas que se instalaram antes, pois de alguma maneira entraram nos países europeus, engendraram tudo, premeditadamente, talvez até antes mesmo da criação do estado islâmico. De alguma forma, conseguiram importar e esconder as armas que utilizam nos ataques.
E o passaporte sírio encontrado junto a um dos terroristas mortos?)